9 de out de 2007

Meine freund Amy

- por Lívia Francez

O estado de fobia social é fomentado pela vontade irrestrita de partir rumo ao auto-conhecimento. Juntar em torno de si somente o que agrada e enriquece. Fazer a máquina da cabeça funcionar. Dar corda na imaginação e tomar fôlego para encarar melhor a vida e o cotidiano. É fácil para quem está aqui dentro, convivendo só com pensamentos, livros e músicas.

Nessa busca pela verdade interior se faz muitos amigos, eles sempre têm algo de relevante a dizer. Amy está sempre por aqui, ajuda a afogar as mágoas e exorcizar as bads. Bukowski abre as portas pro futuro, a idealização do sonho, a vontade de conquistar tudo o que se precisa pra ser feliz, sarcástico, sempre chega com uma piadinha irônica pra dar uma sacudida nas idéias. Hesse às vezes aparece também, falando de assuntos que dizem respeito às profundezas da alma, quer porque quer que eu me conheça mais, que olhe mais pra dentro de mim...porra Hesse, gimme a break, às vezes tudo o que preciso é de uma cerveja gelada e isso é a coisa mais importante da minha vida!

Também tem aqueles que fazem visitas esporádicas: Jamie, Ike, Cibelle, o Joe também vem de vez em quando, dão uma movimentada aqui, promovem umas festinhas bem loucas, daquelas em que se dança só de calcinha, sem se importar com o quão ridículo isso possa parecer, mas ok, eles são amigos e não se importam com a insanidade que provocam.

Ah, mas tem um que nem sempre se faz presente, mas é o mais lembrado, é o Chico. Ele me viu nascer, acompanhou o crescimento, a mutação, marcou a vida e vem marcando a estrada, não fica velho nem passado. Motivação, alegria e gratidão. Esse é o Chico!

Todos eles ficam da porta pra dentro. Da porta pra fora é comigo. E nesse estado de fobia social, mal posso esperar pra chegar em casa e ouvir meine freund Amy cantando pra mim, ler o que Hesse tem pra me ensinar, dançar de calcinha com Joe e chorar as pitangas com o Chico querido.

2 comentários:

Diz ela disse...

Muito bom!!!

Eu sei bem o que isso significa.

Prussia disse...

Sua fobia social a matém um tanto qto criativa! adoro!