20 de out de 2013

Sobre o poste




- por Karol Felicio


Amarrei minha alma no poste,
Pensei.
Estacionou, ancorou.
É pássaro de pena molhada, asa cortada.
Mas, não.

O poste não existe. Toda alma é livre!

24 de set de 2013

A morte do pássaro



- por Karol Felicio


Vida de letras incertas
Há pássaros morrendo em cativeiro
Nem sempre há portas abertas

A gente toma rasteira da rima
Há desenho que a tinta não pinta
Existência em que a caneta não pega

Páginas escritas, empoeiradas, esquecidas, engavetadas.
Tantas páginas rasgadas!
Há livros que se encerram na metade.


A gente não chora. Faz poema com a palavra que resta. 

22 de mar de 2013

Pessoas-lugares


- por Karol Felicio

Descobri que existem pessoas-lugares, pessoas com quem gosto de estar por esse lugar para onde me levam. Pessoas que me tiram do tráfego pesado, dos engarrafamentos, das encruzilhadas e me levam no colo, me colocam no ninho, num lugar quentinho, no lugar que sou, que preciso (me) revisitar. Pessoas túnel do tempo.
Um lugar de liberdade, acolhimento, fraternidade, lugares que se materializam em algumas pessoas, e a única forma de estarmos lá e mantendo-as por perto.
Aquelas pessoas que, por perto, nos fazem melhores, nos fazem sorrir de dentro, nos fazem nós mesmos. Aquelas pessoas que, para resumir todo esse turbilhão de sentimentos, a gente chama de amor, a gente chama de amigo. E que bela descoberta!

25 de fev de 2013

O tempo é agora

- por Karol Felicio


É tempo de lavar a alma, mergulhar em mar gelado, salgado, sol quente. Deixar a onda bater sem dó. É tempo de lavar alma respingada de veneno.

Veneno para alma é conviver com hipocrisia, inquisidores, com gente que não aceita o próprio fracasso e busca impiedosamente por quem lhe diminua a culpa. 

É tempo de fechar o corpo, de acionar os anjos da guarda, que estejam de prontidão e nos protejam de todo mal.

É tempo de limpar a casa, de se livrar tudo o que é velho, desnecessário, sem uso.

Descarregar as baterias até zerar e carrega-las novamente à potencia máxima.

É tempo de ser livre para os amigos, o amor, as boas energias e para todo o bem.

Que Deus nos proteja e que assim seja!

6 de jan de 2013

Esvaziar


- por Karol Felicio 


Cairia bem um filme para chorar,
Escoar, derreter, derramar, vomitar, soluçar.
O que cai mal é sentimento preso, duro, engasgado no estômago.