20 de ago de 2008

...e quero assim

- por Karol Felicio

Quero alguém que decifre as minhas músicas
Que desvende os meus segredos
E venere os meus mistérios

Alguém para estancar todo esse sangue
a sensualidade contida e esse desejo que verte
e não encontra calhas onde escoar

Quero que percorra meus sons com os dedos
Que adentre essas cavernas
Que descubra esses caminhos

Alguém que termine as minhas deixas
Que, a cada frase que irrita, me complete
E a cada poro que grita, me liberte

Quero bom dia e a vontade de querer o dia inteiro
Quero gosto e quero cheiro
Quero toque e quero pele

Mas não quero tudo assim, exposto
Eu quero em partes, em etapas
E também não quero parte
Eu quero alguém. E quero inteiro.

14 comentários:

Larissa Santiago disse...

queremoss!
:P

André Rosa disse...

Karol, o que é isso? Nem parece feito por gente, é de arrepiar ol pêlos...dá vontade de ser essa pessoa, de ser quem você busca...nem é pelo sexo ou pela vaidade de ter uma mulher assim, é mais pelos atributos que você busca nesse "alguem"...Vontade de viver esses atributos, você desperta "isso" em quem te lê...
Esse desejo voraz, essa insanidade contida, faz a gente ter saudade de ser isso tudo que você busca, e que obviamente é tão facil de ser quando o que desejamos é também ter alguém que nos queira dessa forma...selvagem e feminina, libidinosa e atrevida, mas que se revela felina e canina ao mesmo tempo...coisa de gente diferente...que não é desse mundinho...amei...bjos (feliz o cara que se enquadrar em seus anseios)...André Rosa

André Rosa disse...

Karol, o que é isso? Nem parece feito por gente, é de arrepiar ol pêlos...dá vontade de ser essa pessoa, de ser quem você busca...nem é pelo sexo ou pela vaidade de ter uma mulher assim, é mais pelos atributos que você busca nesse "alguem"...Vontade de viver esses atributos, você desperta "isso" em quem te lê...
Esse desejo voraz, essa insanidade contida, faz a gente ter saudade de ser isso tudo que você busca, e que obviamente é tão facil de ser quando o que desejamos é também ter alguém que nos queira dessa forma...selvagem e feminina, libidinosa e atrevida, mas que se revela felina e canina ao mesmo tempo...coisa de gente diferente...que não é desse mundinho...amei...bjos (feliz o cara que se enquadrar em seus anseios)...André Rosa

Celine disse...

Eu também quero! E quero aos poucos...um pouquinho em cada parte de mim. Aos poucos eu me completo.
Aos poucos serei mais...

Beijos

avessodoavesso disse...

[blue]lindooooooooooooooo...
perfect!

bjos
>>


p.s.: ah! eu tb quero!

Anônimo disse...

demaaaaaaaaaaaaaais esse texto. vc é isso!!!!

Patarata disse...

Quanta intensidade!

Great!

;)

Patarata disse...

Karol, respondendo:

Sim, a prisão ao passado bem pode acontecer.
Aconteceu na verdade, mas as vezes a verdade que vemos muda diante de nossos olhos, e o que antevejo agora é um fim diferente e melhor para mim...
Creio que mais algum tempo e quem estará preso será apenas o "outro".

Mas, leia esse:
http://pataratas.blogspot.com/search?updated-max=2008-08-27T10%3A21%3A00-07%3A00&max-results=1

larissantiago disse...

kd a filha da p...
pagu?????
;)

Prussia disse...

Só vc pra traduzir em tão belas palavras 'o querer' que está contido no coração de tantas pessoas!!!
Vc é mto especial!!!

Felipe Malta disse...

Adorei!

Éverton Vidal disse...

Esse aqui também é muito bom! Valeu a visita, e quiçá a volta né.

Inté!

Beauvoir disse...

É...
Eu também quero alguém por inteiro, mas, por enquanto, só tenho alguém pela metade.
Adorei.Parabéns.
Virei sempre aqui.
Beijos

Natália Gomes disse...

adorei!

revela o que muitos querem e poucos tem,e quando tem não dá o valor que merece!!!!