13 de dez de 2010

A respirar seus olhos

- por Karol Felicio


Essa noite
Faremos um pacto de ar e retina
A nos olhar de frente e respirar com calma,
E os olhos cruzados a vazar a alma
Sincronia no ponto de partida
O reconhecimento.

Um pacto de vida
De respirar fundo antes do grito
De perder o ar,
E de suspiros.
De respirar juntos e não sufocar
E, sempre, os olhos cruzados a vazar a alma

Só assim caminharemos o mundo
E não haverá ponto de chegada

9 comentários:

manu.: disse...

Um pacto de amor... Feliz vida nova!!! Relaxada, satisfeita... Amei... Senti como se estivesse me contando as novidades...

Celine Ramos disse...

Lindo, lindo e maravilhoso!!
Pacto feito! Feliz Ano Novo, flor!
Quero suas palavras comigo esse ano tambem. Beijos

Frico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Frico disse...

Olha só! Voltou a escrever aqui? bj

Filhas da Pagu disse...

Manu, vc está certa... poesias autobiográficas né... rsrs

Celine, flor, continue sempre. Sempre espero seu comentário ;)

Voltei Fred :) Na verdade sumo e volto, não depende de mim né... mas desse insetinho chamado inspiração! rsrs

Beijos e obrigada!


Karol

Sofia disse...

ola!!! obrigado pelo comentario!!! nao sabias que tinhas um blog,encontrei o teu poema noutro blog! serei fiel seguidora! bem vinda ao meu pequeno mundo:) Beijos sofia

ESPRITO disse...

gente esse poema e pra maria bethania declamar...karol manda pra betha isso, parece ate letra de chico buarque

Larissa Santiago disse...

feito.
mas você não pode sumir, ok?

saudades dos escritos

beijos

breno disse...

Gosteiiiiiiiii!