22 de jun de 2010

A música que não fiz para você

- por Karol Felicio


Você me pede uma música, eu não sei fazer

Não tão bem quanto você me faz

Quando você me faz

Nem tão ritmada quanto o nosso amor

Como esse balanço, e toda essa dança

De quando nos enroscamos

Peles de seda, tecidos que escorregam



Mas quando cai a noite eu sou a letra

E você é melodia

Suave

Ouvidos adentro - atentos - às pontas dos dedos

Deliciosa e silenciosamente

Como o som dos beijos

Dos doces, estalados, demorados, derramados



Mas você me pede uma música e eu não sei fazer

Não tão bem quanto a que a gente faz

Quando você me faz.

13 comentários:

Jordan disse...

Adorei a forma "deliciante" como vc eternizou um momento,expressou um sentimento e brincou com tanta facilidade com as palavras.
...Leoni que se cuide...

Anônimo disse...

que biito
vai longe ein

Anônimo disse...

quem me dera saber fazer música assim...

doritas.

Inã disse...

Legal as poesias do seu blog, no geral elas são bem sugestivas e instigantes, principalmente essa que eu acabei de ler...

A partir de agora algumas músicas não serão mais as mesmas!

Bjs!

Anônimo disse...

Noussa, eu participei do momento "inspirador" da mocinha, tava do ladinho.. Iuuu =P rs
Muito boas, realmente faz bem feito, adoro!

Teani Freitas disse...

Música? Pra quê música quando se escreve assim?

Amei, Karol.

Frico disse...

Já fez sua primeira canção

Celine Ramos disse...

Você faz bem. A música. O texto. A nós.

É tão bom vim te ler. Dá segurança ver seu blog carregado e palavras em nossa harmonia para meu deleite.

Adoro
Beijos

Larissa Santiago disse...

maravilha.
mais que música isso é poesia aos deuses do amor.

parabéns!

bjs

p edro disse...

Argh! Me odeio tanto por não escrever um comentário, um mísero comentário no seu blog, nem pra te congratular, nem pra te elogiar, nem pra nada! Enfim. Melhor que o faça algum dia que não o faça nunca! :)

Continua afiada na sua poesia-cortante. Corte que cura sabe? Não tem dor. Desata nó. Muito bonito!

Aparece no Not So Spotless, que lá tem aparecido mais coisa que no verve.

Um beijo.

Janine disse...

Adorei.... lindo demais!!!!

Fred disse...

Oi, Karol, tudo bem? Mudei o endereço do meu blog para www.punkbrega.com.br. Apareça por lá! beijo

Athila Goyaz disse...

Belo poema!
Abraços!